Confira!
Capa >> Colunas >> Desvendando

Desvendando

Despir-se para a mulher desejada é ser tomada de dúvidas e certezas que dançam dentro de nós como um cardume nas águas quentes de um mar desconhecido.

É esquecer das neuroses motivadas pelas marcas de um corpo real que tem toda a sua história registrada nele; marcas lindas de uma vida bem vivida, mas que as capas de revistas e padrões cruéis nos fazem sentir vergonha, onde deveria haver apenas orgulho.

Permitir que a razão do nosso afeto veja o que talvez nem nós olhamos, toque pontos nossos que desconhecemos, é um desafio, uma entrega, um ato de confiança e afeto.

E que muitas vezes, infelizmente, muitas mulheres não se permitem, exatamente por não se gostarem como são, com suas marcas, cicatrizes, histórias, detalhes e encantos.

Lendo todos os comentários sobre o possível signo da mulher que escreveu o bilhete, percebi o quanto que os signos despem as pessoas ao mesmo tempo em que dão a elas máscaras.

Explico, nenhum signo é puro, porque temos luas, ascendentes, planetas, as máscaras dos nossos signos solares.

Por isso alguém conheceu uma virginiana “ácida e vingativa”, uma vez que esse signo de terra é tudo, menos vingativo. As mulheres desse signo são sérias demais, retraídas demais para se exporem a uma vingança; elas preferem ignorar, preferem chorar sozinhas no travesseiro a mostrar para o mundo, que foram feridas a ponto de perderem a sua postura distante com uma vingança.

Mas sim, elas mostram um pouco menos de véu quando estão apaixonadas, mas só um pouco, a não ser que elas tenham a lua em áries que as deixa mais ousadas.

As librianas é verdade que querem continuar vivas nas pessoas, mas elas também não são vingativas, são vaidosas. E isso faz com elas desejem ir à forra; geralmente fazem uma cena, não uma trama, mas se houver um marte em escorpião, talvez sim, elas tramem uma vingancinha lilás.

Tirar a roupa, ficar nua, entregue, se permitir ser tocada, tocar, sentir prazer, dar prazer, tantas palavras, desejos, a vontade de fazer ser inesquecível esse momento, o medo de não dar certo, de não ser bom para as duas, e o desejo borbulhando dentro de nós, a respiração, o hálito, as mãos.

Sutiã, top, calcinha, cuecas, meias, sandálias, tomar um banho e fingindo naturalidade, ficar só de toalha, para ser despida em sua quase nudez.

Duas mulheres, dois corpos, dois universos, e um desejo imenso de se perder e se encontrar naquele outro corpo.

O medo dos cheiros, líquidos e sons, algo tão intimo como lamber o sexo de uma mulher, cercado da vergonha de emitir algum som, ao mesmo tempo em que seu corpo todo grita por ela.

Intimidade e constrangimento, mistério desvendado, decifra-me ou devoro-te, um enigma.

As lágrimas que atribuíram às piscianas vêm de Netuno, o regente desse signo de águas. Fato, as mulheres desse signo choram de alegria, de tristeza, de prazer, de falta de chorar, elas são das águas, das emoções desmedidas.

Exceto se forem tocadas por um ascendente em capricórnio, que transforma essas águas em barro, e faz delas duras como argila (e quem disse que argila é dura? Bem, aparentemente é!)

Escorpianas por serem vingativas, ousadas, gostarem muito de sexo, e dizerem coisas que ferem como uma navalha, foi o signo mais citado pelas leitoras; por possuírem intensidade mesclada com o medo imenso de se entregar.

Conheçam uma mulher de escorpião que tem ascendente em câncer e depois me digam se de fato elas morrem de medo de se entregar ou se colecionam fotos de vestidos de noiva desde meninas, mesmo que elas vistam bermudão e tênis all star.

Eu disse, a máscara colocada pelos outros planetas, pela lua, faz com que por esse motivo muitas pessoas do mesmo signo não sejam parecidas, mesmo que tenham algumas características muito próximas.

Sexo não tem uma regra, um balé ensaiado, os corpos são diferentes, possuem as suas sensibilidades, e é essa descoberta que faz valer cada toque, cada beijo, cada lambida.

O suor, os cabelos, os pelos.

E assim é construída essa delicia que é o sexo com a mulher que desejamos e que nos deseja. Diálogo, carinho, respeito, troca de olhares, tudo muito importante para sermos plenamente satisfeitas nessa área em que tantas se escondem por temerem serem julgadas, expostas, vistas.

Tirem a roupa em frente ao espelho!

A sensualidade e sedução pertencem a todas, basta deixarem falar a verdade que carregamos.

Sexo é conversar sem palavras, é prazer, é diversão.

As sagitarianas também foram muito citadas, essas mulheres que sabem como poucas se divertir. Elas são o fogo da aventura, odeiam se sentir presas e a fidelidade para elas é um presente que dão apenas para as mulheres que conseguem tocar esse coração de arqueiras.

Fato, quando se apaixonam se transformam, e dedicam a vida à mulher amada, elas são aquelas que fazem o mundo girar ao contrário em prol de uma paixão.

Quando uma sagitariana possuiu Vênus em aquário, tornam suas aventuras menos sexuais e mais intelectuais. Você acha difícil prender uma sagitariana? Se ela tiver essa característica pode ter certeza que será quase impossível, elas vão viajar o mundo primeiro, fazer alguns doutorados, e depois, se der tempo, olhar para você.

O orgasmo é único para cada mulher, algumas os sentem como ondas, outras como se fosse um forte formigamento, outras nada sentem, dizem que jamais gozaram na vida, e por isso assumem algumas posturas radicais, como não se permitirem serem tocadas, acreditando que o prazer não é algo que as pertença.

E quanto a isso, eu digo sem medo de errar, o prazer pertence a qualquer mulher. Afinal, temos um orgão, o clitóris, que tem a única função de proporcionar prazer, então, somos todas feitas, melhor, desenhadas para o prazer.

A forma que ele irá se manifestar, como será estimulado, isso é particular, e por isso, é importante demais praticar, se entregar as experiências sem os pudores que nos limitam e nos fazem escravas desse ideal de puta e santa.

E nem mesmo o 13º signo transformado em poesia, é mais misterioso que os caminhos do prazer de uma mulher, portanto, permita-se.

As geminianas são sempre duas, elas possuem essa capacidade de serem doces e cruéis, rápidas e lentas, e isso não é por serem indecisas ou malucas, elas são duas! E ponto.

Só um ascendente em libra fará uma geminiana parecer uma, porque Vênus unirá as duas partes, e fará um casamento nada harmonioso, mas um casamento (e desde quando o casamento é feito de uma pessoa só?).

As aquarianas possuem uma mente no futuro, e por isso tomam decisões que aos olhos do mundo parecem contraditórias, mas na verdade elas são o futuro no presente, exceto se tiverem mercúrio em touro, então elas serão um pouco mais encantadas pelo passado, mas com certeza, no presente, uma aquariana nunca viverá.

Nada melhor que o abraço após o sexo, os dois corpos suados, respiração ofegante, sensação de exaustão, um beijo, um carinho, palavras…

Arianas são intensas, mas não são presas a detalhes, porque essas mulheres vivem no mundo das sensações, é preciso que elas sintam para que registrem.

A não ser que tenham júpiter em gêmeos, fazendo com que a mente comande essas moças que são puro instinto.

E o verbo do signo da mulher que escreveu o bilhete, sejam quais forem seus planetas regentes, lua e ascendente, é SER, ela diz eu sou, e foi você Kaká quem a desvendou, o signo dessa gatinha com pose de rainha, é leão.

Então Kaká, qual será o signo da próxima coluna?

Sobre Celle Fonseca

Celle Fonseca é uma libriana que se encanta pela dança dos astros, pelos encontros e desencontros que marcam as trajetórias da vida, paixão é a palavra que a define melhor.

Deixe seu Comentário

Scroll To Top
Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.