Feminismo e RLI/Poliamor(es)

Ou: Relações não monogâmicas como possibilidades de ruptura com sistemas de opressões às mulheres Boa madrugada! Começo conversando com vocês lembrando que não precisamos nos aprisionar em rótulos. Eles são reducionistas e não comportam toda a multiplicidade e fluidez com que podemos existir no mundo. Já escrevi um pouco disso aqui . Mas, como forma…

Veja mais

A mágoa é um nó difícil de desfazer

A dor, com o passar do tempo, dilui e produz um efeito anestésico no corpo. Velejamos sem sair do lugar, atracada a coisas que não foram ditas, guardadas no inconsciente como autopreservação: “não posso lidar com isso agora”, “amanhã eu vejo”, “está tudo bem”. Que a verdade seja dita: navegamos a esmo porque perdemos a…

Veja mais

Não deixe o amor esgotar

O amor não foi feito para morrer na praia com a lembrança salgada do último suspiro. Muito menos com o corpo à deriva. Tampouco com o céu sobre a cabeça, pintando um cenário nostálgico e enigmático de Salvador Dali. O amor foi feito para sobreviver as intempéries, mesmo separado. Porque a distância não é sinônimo…

Veja mais